alter-alteridade

Os tempos são difíceis e as disputas intensas. Sempre clamamos por alteridade, mas, na maioria das vezes essa ideia é romantizada numa concepção moral de diálogo cordial. Alteridade é a presença da diferença, contraste, distinção. Aquilo que rompe com meu ‘mesmo’ e me coloca diante do que é ‘outro’. É arrombamento do estrangeiro nas paredes da minha identidade. Como ser hospitaleiro e não ver o outro como ameaça? Como permitir a liberdade daquilo que não é continuidade do meu mundo? Imaginando o pensamento como território, a alteridade me desterritorializa e me reterritorializa em outro lugar. Me arranca as raízes com terra e tudo e me joga no mar. Me deixa boiar até uma terra nova. E se tratando de democracia, essa palavra tem mais a ver com a permissão do conflito, do dissenso, do que com o conforto de fazer das muitas faces espelhos; do que abafar tudo sob uma bandeira. Nunca foi sinônimo de tolerância e permissão da opressão, mas, pelo contrário, dar a pensar a afirmação da presença do que é proibido de estar presente.

O atrito dos encontros faz ferver os afetos. Desde o amor ao ódio. E todos temos paixões e somos movidos por elas. Porém, o que floresce desde o semear da palavra sem volta? Na pluralidade das lutas, não há dor que dói menos e é difícil senti-las todas, lembrá-las todas. Não sei quantas dores podem ocupar o mesmo lugar. Mas quanto mais braços, mais leve o fardo. Melhor o zunir do enxame, que a cor opaca da colmeia. Melhor a mata cheia que a solidão do preto e branco do pardal. Quando o que motiva a palavra é a repressão, melhor o encontro dos lábios. “A melhor tradução é o beijo”. No vuco-vuco é melhor entrar no bolo e achar uma rodinha pra dançar que subir pra laje e ficar jogando pedras.

É mais produtivo buscar pontos comum e menos rixas. Se constituir mais pela afirmação do que se acredita do que pela negação do que não se acredita. Colaborar mais no que for possível e criticar menos (o que não quer dizer não criticar). Ninguém está além, tampouco isento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s